Acervo da Pinacoteca do CCLA foi catalogado por historiadoras

Em fevereiro de 1902, com somente cinco meses de atividades, o Centro de Ciências, Letras e Artes (CCLA) promoveu sua primeira exposição. Eram pinturas de Aurélio de Figueiredo (1854-1916), irmão mais jovem do conhecido Pedro Américo (1843-1905), autor do lendário “Independência ou Morte!” Ao final da mostra, Figueiredo ofereceu a obra “A Pensativa” (1883) para o CCLA. Foi o início da importante coleção montada pela instituição centenária e que se tornou a Pinacoteca do CCLA, cujo acervo foi catalogado entre 2013 e 2014 pelas historiadoras Fanny Tamisa Lopes e Natália Pires Tiso de Melo.

ccla-noticias-acervo-pinacoteca

A catalogação foi viabilizada pelo apoio da Prefeitura Municipal, através do edital do Fundo de Investimentos Culturais de Campinas (FICC/2013). A cerimônia de entrega oficial do catálogo aconteceu no dia 31 de julho, no salão da sede do CCLA.

São 240 obras de pintura, gravura e escultura, compondo o acervo da Pinacoteca do Centro de Ciências, Letras e Artes. Entre outras obras podem ser citadas as pinturas “Velho Trabalhador” (1955), de Colette Pujol, e “Composição” (1986), de Francisco Biojone. Obras de Egas Francisco, G.Jürgensen e Lasar Segall também integram o acervo.

“A catalogação serve não apenas como instrumento de controle dos bens, mas também como fonte de pesquisa e documentação que auxiliará os funcionários do CCLA no trabalho de divulgação e consultas ao acervo, permitindo que as respostas sejam levadas ao público com praticidade e precisão”, diz o material de divulgação do trabalho. O processo de catalogação também teve a participação do fotógrafo Pedro Ivo de Carvalho e a consultoria da VVT Ideias Culturais.



O CCLA - Centro de Ciências, Letras e Artes é uma entidade cultural particular e sem fins lucrativos fundada em 31 de outubro de 1901, na cidade de Campinas/SP, por um grupo de cientistas, artistas e intelectuais que decidiram criar uma instituição em que se pudessem reunir para o estudo e a produção de atividades científicas e artísticas.